Como editar vídeos: um guia passo a passo para iniciantes

Quando se trata de vídeo, contar histórias impactantes é uma questão de edição.

Uma revisão criativa é editada em um vídeo de design de embalagem em um tablet

Como editar vídeos

Aprender a editar vídeos é fundamental para quem deseja causar impacto com sua produção.

Esteja você criando um anúncio nacional para um cliente importante, desenvolvendo vídeos de treinamento para sua equipe ou fazendo os ajustes finais em um filme independente, um vídeo bem editado se destaca da multidão. Perceber sua visão criativa é mais fácil do que você pensa: basta um processo simples de edição de vídeo para começar.

Etapa 1: Verificar se você tem as ferramentas necessárias

Além de câmera, lentes e microfones para gravar suas imagens, o processo de edição de vídeo também requer algumas ferramentas úteis. Por exemplo, se você quiser gravar narrações adicionais ao editar seu vídeo, vale a pena investir em um microfone de boa qualidade. 

No mínimo, para editar seu vídeo de forma eficaz, você precisará de:

  • um computador que possibilite a edição de arquivos grandes de vídeo
  • software de edição de vídeo exclusivo (aplicativos móveis, software de desktop e ferramentas de edição de vídeo on-line estão disponíveis)
  • algum lugar para fazer backup de seus arquivos com segurança
Uma grade quatro por quatro de vários arquivos e pastas que foram hospedados no Dropbox

Etapa 2: Organizar seus arquivos de projeto desde o início

Esforçar-se para encontrar a imagem perfeita entre um monte de arquivos de vídeo pode ser complicado. Especialmente quando os títulos variam de "115820688.mp4" a "dia_3_tomadas.mov". Isso retarda o processo, interrompe seu fluxo e pode tornar a edição de vídeos uma experiência frustrante.

Acredite ou não, é por isso que a melhor coisa que você pode fazer ao iniciar o processo de edição de vídeo é simples: Criar uma pasta para o seu projeto.

Dê um nome para sua pasta e, em seguida, para cada arquivo que você criar como parte do projeto com o mesmo prefixo, por exemplo: “Replay do Projeto” e “Replay do Projeto - Cena 1”. Dessa forma, toda vez que criar um novo ativo, você saberá que ele está relacionado a esse projeto, facilitando sua localização.

Um diagrama mostrando o backup on-line e a entrega de arquivos

Etapa 3: Fazer backup de seus vídeos e ativos

Lembre-se de continuar salvando e fazendo backup do seu trabalho também. Não há nada pior do que dedicar seu tempo editando um vídeo, apenas para perder todo o seu trabalho duro porque se esqueceu de clicar em “Salvar”. Todas aquelas horas que você passou cortando cuidadosamente videoclipes de alta qualidade para capturar aquele momento mágico em que o noivo vê a noiva pela primeira vez? Perdidas em um instante.

Os editores de vídeo mais experientes seguem a “regra 321": três cópias do seu vídeo, em pelo menos dois lugares diferentes. O Dropbox simplifica isso: crie uma pasta em seu desktop ou disco rígido e configure o backup do computador para garantir que suas pastas estejam sempre sincronizadas. Dessa forma, à medida que você trabalha, o backup do seu projeto é feito automaticamente em dois lugares.

Um fotógrafo faz backup de fotos e vídeos em um laptop

Etapa 4: Cortar seu vídeo e cortá-lo novamente

Cortar seu vídeo deve ser parte natural do processo de edição de vídeo. Na verdade, é melhor vê-lo como um processo constante, em vez de uma única etapa. Simplifique sempre que possível, utilize transições e foque a atenção do seu espectador. Corte, refine, edite e veja de novo até ficar satisfeito. Então faça tudo de novo.

Nesta etapa, você também pode começar a pensar em tornar sua paleta de cores consistente em todo o vídeo ou animação. Reserve um tempo para ajustar o matiz, a saturação e a temperatura do seu vídeo para que tudo corresponda, ou contraste, cena por cena. Essa simples mudança pode de fato proporcionar unidade para uma sequência de clipes. É uma ótima maneira de definir um tom específico, talvez favorecendo uma única cor em todo o vídeo, ou incentivando associações para atrair o público. Por exemplo, uma tonalidade azul pode ser usada para deixar um clima mais frio durante certas cenas.

Mais uma vez, corte e refine. Não tenha medo de experimentar: com o software ou aplicativo de edição de vídeo certo, sempre é possível desfazer ou reverter para uma versão anterior do vídeo.

Etapa 5: Sobrepor narrações, diálogos e música de fundo

Quando estiver satisfeito com o fluxo de imagens geral do seu vídeo, é hora de adicionar narrações, diálogos e músicas de fundo. Você pode fazer isso durante todo o processo de edição, mas alguns editores preferem primeiro organizar as imagens para depois aplicar os elementos de áudio. Geralmente isso faz sentido, já que o trabalho é feito em um meio visual na criação de um vídeo.

Com o áudio adicionado, você pode brincar com os arquivos de áudio e imagens para alinhá-los, usando seu storyboard para referência. Às vezes, você pode achar que a adição de uma narração não se encaixa perfeitamente às imagens reunidas. Ou que suas imagens podem não corresponder ao ritmo do seu diálogo. 

Se estiver produzindo um vídeo de treinamento ou um tutorial, talvez queira adicionar espaços entre sua narração. Esses espaços poderiam servir para permitir que as imagens falem ou apenas para dar aos espectadores tempo para absorver o que foi dito. E, quando se trata de criar conteúdo de vídeo para redes sociais, você vai querer sobrepor legendas caso os espectadores estejam assistindo ao vídeo com o som desligado.

O ajuste desses detalhes faz parte do processo de edição de vídeo.

Etapa 6: Enviar seu vídeo para análise e receber feedback

Em um mundo de trabalho distribuído, fazer com que as pessoas analisem e forneçam feedback sobre seus vídeos pode ser um desafio. Não é mais o caso de reunir todos em uma sala para verem o vídeo juntos.

Se os revisores estiverem analisando seu vídeo separadamente, provavelmente vão fornecer feedback disperso por e-mails, bate-papos, chamadas, aplicativos e documentos. Dar feedback preciso em mídias baseadas em tempo, como vídeo, também é um desafio para seus revisores. Provavelmente, eles vão retroceder seu vídeo repetidamente para dar o feedback de que você precisa. Então, você precisa que eles informem o minuto exato onde querem implementar a alteração, em vez de: “depois que ela anda na grama, mas antes de ela olhar para cima…”.

 

Reunir tudo isso pode ser incrivelmente demorado e, muitas vezes, gera trabalho duplicado. É o suficiente para dar dor de cabeça para qualquer pessoa.

O Dropbox Replay permite que você compartilhe vídeos diretamente do Dropbox, e os revisores não precisam baixar o vídeo. Os revisores também não precisam baixar nenhum software nem mesmo possuir uma conta do Dropbox, pois todas as avaliações do Replay são baseadas no navegador. Todos os revisores podem adicionar anotações, marcações e comentários com precisão de quadro ao vídeo, tornando-o a maneira perfeita para você e seus revisores colaborarem de forma eficaz.

Uma pessoa adiciona comentários anotados a um vídeo no Dropbox Replay e copia um link para o arquivo
Você pode até recriar os dias em que todos sentavam juntos em um estúdio de edição para revisar a primeira edição. Crie uma sala de visualização virtual com o Dropbox Replay para permitir que todos assistam e marquem o vídeo ao mesmo tempo. Tudo com reprodução de vídeo equilibrada e de alta definição que permanece em sincronia para todos que visualizam.
Dois usuários destacam um quadro no Dropbox Replay antes de colar em uma caixa de bate-papo com comentários

Etapa 7: Aplicar os retoques finais e exportar seu vídeo

Quando você precisa fazer alterações no seu vídeo, a integração do Replay permite visualizar, agir e implementar o feedback diretamente do seu software de edição de vídeo, como o Adobe Premiere Pro. Não gostou da alteração de alguém? Basta reverter para uma versão anterior, tudo no Replay. Para a próxima revisão, tudo o que você precisa fazer é exportar a nova versão do vídeo de volta para o Replay, e ele estará pronto para que todos possam colaborar novamente. Bastam alguns cliques.

Quando as revisões forem concluídas e implementadas, será a hora de compartilhar seu vídeo com o mundo. Ou talvez só mais uma última edição?

 

Torne a edição de vídeo mais fácil, rápida e colaborativa

A edição de vídeo pode ser demorada. Pode ser trabalhosa. Mas sempre deve ser colaborativa.

O Dropbox já é o lugar ideal para cineastas armazenarem, fazerem backup e compartilharem seus projetos de vídeo com segurança enquanto você os edita. O Dropbox Replay vai um passo além, tornando o Dropbox o local de residência de todos os seus trabalhos de edição de vídeo. Isso significa que você sabe que cada parte do processo, do storyboard ao feedback e edição, é realizada em um local centralizado, quando ou onde for necessário acesso. 

Em um mundo distribuído, o Replay torna a edição de vídeo a experiência colaborativa e criativa que você merece: ajudando na transformação de suas ideias em ótimos vídeos.

Produza vídeos melhores, mais rápido

Experimente o Dropbox Replay hoje