12 ideias de negócios para empreendedorismo solo que você pode começar ainda hoje

Com o aumento da popularidade e do sucesso do modelo de empreendedorismo solo e das empresas unipessoais, muitas pessoas estão procurando iniciar nessa prática. Mas por onde começar? Compartilhamos 12 das ideias mais populares de negócios no âmbito do empreendedorismo solo para ajudar você a começar.

Artista solo trabalhando em sua última peça

Nos últimos anos, a ideia de desenvolver uma carreira no modelo do empreendedorismo solo vem rapidamente ganhando força, e por uma boa razão. As pessoas estão reavaliando o que é importante para elas, tanto dentro como fora do trabalho, e optando por um novo estilo de vida profissional. Um estilo que possa garantir a flexibilidade de serem suas próprias chefes, com a segurança de manter os custos indiretos os mais baixos possíveis.

Se você se inspira em histórias de sucesso de pessoas que adotaram o empreendedorismo solo, ou se a ideia do trabalho autônomo chama sua atenção, talvez você pretenda criar seu próprio negócio individual. Mas por onde começar?

Neste guia, percorreremos 12 dos melhores tipos de negócios que seguem o modelo do empreendedorismo solo, explicando como funcionam e compartilhando dicas sobre como começar.

Mas, antes de começar, vamos primeiro recapitular alguns conceitos básicos.

O que é um empreendedor solo?

A pessoa que atua como empreendedor solo é tanto a proprietária quanto a única empregada de uma empresa.

Embora um empresário possa iniciar uma empresa por conta própria, geralmente seu objetivo é crescer para poder, no final, vender o negócio. Quem opta pelo modelo do empreendedorismo solo simplesmente busca uma renda estável e a flexibilidade do trabalho autônomo.

Como empreendedor solo, você é o responsável final por organizar, gerir e assumir os riscos de seu negócio, sem a ajuda de um parceiro.

Isso não significa que você não possa ter apoio onde precisa, mas ser um empreendedor solo normalmente significa que você mesmo fará a maior parte do trabalho.

Um negócio de uma só pessoa seria adequado para você?

Um modelo de negócios de empreendedorismo solo combina a liberdade de administrar seu próprio negócio com a simplicidade de ser responsável apenas por si mesmo. É fácil entender por que esse modelo se tornou tão atraente.

Confira algumas das maiores vantagens que você aproveitará ao administrar um negócio de uma pessoa só:

  • Baixo custo para começar — os negócios no modelo de empreendedorismo solo geralmente não exigem muito investimento para começar, especialmente quando comparados com uma pequena empresa mais tradicional.
  • Simplifique com apenas uma parte interessada — menos funcionários significa menos complicações, além de menores custos operacionais e menos papelada para manter tudo sob controle.
  • Seja seu próprio chefe — você está totalmente no controle da direção geral e da operação de seu negócio, no seu ritmo e nos seus termos.
  • 100% de propriedade — o que significa que você tem participação total em qualquer lucro.

Depois de tudo pronto para começar seu próprio negócio de empreendedorismo solo, o primeiro passo para tornar sua ambição uma realidade é decidir uma ideia para o negócio.

12 das melhores ideias de negócios para empreendedorismo solo que você pode começar ainda hoje

O interessante do modelo de negócio de uma só pessoa é que você pode realmente fazer tudo o que quiser, desde que seja viável como negócio autossustentável.

Há uma infinidade de tipos de negócios de empreendedorismo solo por aí e é impossível abordar todos. Para se inspirar, confira 12 dos mais populares negócios de empreendedorismo solo que você pode começar hoje:

  1. Blogueiro
  2. Criador de conteúdo - vídeo e podcast
  3. Design gráfico e fotografia
  4. Redação
  5. Cuidados e passeio com cães
  6. Consultoria
  7. Personal trainer
  8. Desenvolvedor web, de software ou de aplicativos móveis
  9. Assistente virtual
  10. Organizador de eventos
  11. Artesão, designer de artesanato ou vendedor da Etsy
  12. Dropshipper

Blogueiro

Uma blogueira empreendedora solo trabalha em seu próximo artigo em uma cabana remota

Os blogueiros criam e publicam conteúdo escrito em um site pessoal ou em uma plataforma de publicação. O termo tem origem nos primeiros tempos da web e a frase "web log", que mais tarde foi abreviada para "blog".

Pense nos blogueiros como os influenciadores originais das redes sociais. São criadores de conteúdo e visionários. Embora possam existir há muito tempo, não estão de forma alguma em extinção. Na verdade, os blogueiros ressurgiram nos últimos anos.

O blogueiro normalmente escolhe uma área temática em torno da qual criará conteúdo, como moda, receitas ou design de interiores. Ao fazer publicações regularmente, o objetivo é ganhar e expandir seus seguidores. É possível monetizar o processo com "links afiliados" patrocinados para lojas parceiras, ou ganhar dinheiro através de anúncios no próprio blog.

Para começar como blogueiro, você vai precisar do seguinte:

  • Uma ideia sobre o que será o blog — você é especialista em algum assunto ou tem uma paixão especial por algo? Quanto mais único ou dedicado a um nicho específico for seu blog, mais chances ele terá de se destacar.
  • Uma plataforma de blog — pode ser um site independente que você mesmo administra, um perfil em uma plataforma de blog de terceiros, como Medium ou Blogger, ou algo totalmente diferente.
  • Uma estratégia de conteúdo — ter uma ideia para seu blog é um ótimo começo, mas para prosperar, você precisa pensar em uma estratégia de conteúdo. Sobre o que você vai escrever? Como vai gerar tráfego? Como e quando monetizar?
  • Um fluxo de trabalho criativo — fundamentando tudo isso, será necessário um fluxo de trabalho para garantir que você permaneça no caminho certo e mantenha a produtividade. Se você precisa de uma ferramenta para escrever, como o Dropbox Paper ou de armazenamento de arquivos para manter todos os seus rascunhos organizados, o Dropbox está aqui para ajudar.

Criação de conteúdo - vídeo e podcast

Uma ilustração de um criador de conteúdo do YouTube filmando seu último vídeo, com a ajuda de alguns amigos

Seguindo as pegadas de blogueiros tradicionais, os criadores de conteúdo multimídia têm um enorme potencial para ganhar dinheiro, desde que consigam chegar a um público suficientemente grande.

Produzindo conteúdo principalmente para o YouTube ou plataformas de podcasts, as pessoas que adotam o empreendedorismo solo normalmente ganham dinheiro por meio de ofertas de patrocínio de marcas, marketing de afiliados e monetização de seu conteúdo por meio de anúncios na plataforma.

Para começar nesta área, você precisará pensar sobre:

  • Equipamento de gravação — um microfone de podcast ou uma câmera de vídeo de alta qualidade. Embora a qualidade da produção não seja tudo, certamente pode ajudar a fazer com que seu conteúdo se destaque para novos espectadores.
  • Um perfil de pessoa criadora — você vai definir sua marca pessoal e configurar um perfil em sua plataforma preferida. A apresentação e as primeiras impressões podem contar muito, portanto, considere se vai usar seu próprio nome em suas publicações, uma persona ou fazer algo completamente diferente.
  • Software de edição — ninguém faz isso perfeitamente na primeira tentativa. Um software de edição pode ajudar a tornar seu conteúdo o mais polido e envolvente possível. Felizmente, com as integrações de aplicativos do Dropbox, você pode aproveitar os benefícios do armazenamento em nuvem enquanto trabalha em seus aplicativos de edição favoritos.
  • Transferência de arquivos grandes — trabalhar com vídeo e áudio significa trabalhar com arquivos RAW enormes. E, às vezes, você precisará transferir esses arquivos entre computadores. Com o Dropbox Transfer, você pode enviar até 100 GB de arquivos de cada vez, com criptografia segura para manter seus ativos seguros.

Design gráfico e fotografia

Um fotógrafo empreendedor solo trabalhando entre vários dispositivos

Quem trabalha com designer gráfico e fotografia normalmente opera como freelancer ou comerciante individual, prestando seus serviços tanto a empresas como ao público em geral.

No caso de designers gráficos, a fonte dos negócios será principalmente outras empresas. Enquanto fotógrafos podem ganhar dinheiro com uma combinação de pedidos de empresas, bem como pedidos mais pessoais como fotografar casamentos.

Aqui estão alguns aspectos a serem considerados seja qual for o caminho que você traçar em sua carreira:

  • Escolha um foco na área da fotografia — caso você siga a rota da fotografia, pode ser útil escolher um foco para direcionar seus anúncios. Por exemplo, se você for se promover como alguém que fotografa casamentos ou eventos, então sua empresa será mais atraente para pessoas que estão procurando esses serviços.
  • Coloque seus dados em diretórios oferecendo seu trabalho como freelancer na área de design gráfico — pode ser útil pensar em fazer parte de plataformas freelance como Fiverr e Upwork. Desta forma, as empresas que procuram seu conjunto de habilidades podem encontrar você e solicitar orçamentos. Pode ser interessante considerar a criação de um site profissional com um portfólio de seu trabalho.
  • Mantenha suas ferramentas favoritas de design à mão — se você está considerando uma carreira na área do design gráfico, provavelmente já tem acesso a um software de edição e já tem alguma experiência no uso da ferramenta. Não há necessidade de escolher entre os benefícios do armazenamento on-line em nuvem e os aplicativos de design de desktop local. Com as integrações de aplicativos do Dropbox, você pode continuar a usar este software sem sacrificar os benefícios do armazenamento em nuvem.
  • Compartilhe seu trabalho com segurança — para quem está iniciando na área da fotografia, buscando transformar sua paixão em um negócio, o Dropbox é o espaço ideal para armazenar, editar e compartilhar seu trabalho. Com transferências seguras de arquivos grandes, marca d'água e compartilhamento de arquivos com identidade de marca, é fácil causar uma impressão duradoura em seus clientes.

Para mais inspiração, consulte nosso guia completo em como iniciar um negócio de fotografia.

Redação

Um redator freelancer trabalhando em seu artigo mais recente

Se você escreve com confiança, mas não acha que criar um blog pessoal seja o caminho certo para traçar, talvez uma carreira em redação freelance possa ser a resposta.

Semelhante ao design gráfico, sua principal fonte de renda será o fornecimento de serviços a empresas que necessitam de ajuda com redação. Isso pode envolver a redação de artigos, anúncios ou informações sobre produtos para site, citando alguns exemplos. 

  • Ajude as pessoas a encontrarem você — um bom primeiro passo é se inscrever em plataformas freelancer e começar a criar uma lista de clientes.
  • Construa um portfólio — crie alguns exemplos para mostrar sua habilidade como redator. Se você já tem um trabalho existente para usar como exemplo, maravilha! Caso contrário, defina um brief para você e comece a trabalhar. Peça feedback de seus colegas e aproveite cada detalhe. Quando achar que tem material suficiente, apresente seu portfólio para clientes potenciais.
  • Estabeleça um fluxo de trabalho de redação — quando o trabalho começar a chegar, o Dropbox vai poder ajudar você na organização e produtividade. O Dropbox Paper é o local para todos os seus projetos de escrita, com armazenamento em nuvem e recursos de compartilhamento de arquivos que facilitam o envio de trabalhos para clientes e a coleta de feedback, tudo em um só lugar.

Cuidados e passeio com cães

Uma empreendedora solo trabalhando remotamente de seu jardim

Os negócios que envolvem cuidar de cães e passear com cães são populares entre as pessoas que gostam de trabalhar com animais e curtir as atividades ao ar livre.

Com esse tipo de negócio solo, você ganha dinheiro com reservas de clientes, seja de forma recorrente ou intermitente. Crie uma lista de clientes regulares 

  • Receba uma certificação — se você está pensando em seguir esse caminho, é evidente que ter experiência com cães é obrigatório. Embora não haja obrigação legal para qualificações para quem cuida de cães, é uma boa ideia fazer um curso de escovação para tranquilizar clientes em potencial. Isso vale também para o passeio com os cães: cursos de treinamento e segurança vão adicionar um credenciamento extra e tranquilizar seus clientes.
  • Expanda seu repertório — não tem experiência com cães? Você também pode considerar a possibilidade de cuidar de gatos, fornecendo um serviço muito necessário para os proprietários de gatos que precisam sair de casa por alguns dias. Pensando bem, por que parar por aí? Sem dúvida há um mercado de proprietários de tartarugas e aquários à procura de cuidadores também!
  • Organize-se — quanto mais reservas você puder ajustar com segurança em determinado horário, sem sacrificar a qualidade do serviço, mais lucrativo será seu negócio. Em resumo, vale a pena manter a organização. Felizmente, com as ferramentas de produtividade e de gerenciamento de projetos do Dropbox, nunca foi tão fácil ter tudo sob controle.

Consultoria

Ilustração de uma pessoa em concentrada em seus pensamentos, representando uma consultora estratégica

Você teve uma carreira ilustre ou um cargo acadêmico em uma área específica? Se sim, seria uma boa ideia considerar trabalhar com consultoria.

Quem trabalha com consultoria é especialista em determinada área de especialização, como administração, marketing ou qualquer outro campo. Consultores ganham dinheiro oferecendo conhecimento e experiência às empresas. Isto pode envolver o apoio direto em um projeto, a realização de seminários e workshops de treinamento ou aconselhamento de liderança em decisões estratégicas.

Parece interessante? Confira as reflexões que aspirantes a consultores autônomos devem considerar:

  • Escolha um nicho ao qual suas habilidades e experiência se ajustem — devido à sua natureza, a consultoria requer um grau de experiência comprovada em determinado campo. O ideal é que você tenha passado alguns anos trabalhando em determinado setor.
  • Adquira uma certificação — embora nem sempre seja crucial, a certificação pode ajudar, dependendo da área escolhida. Por exemplo, se você estiver procurando fazer consultoria em contabilidade ou assuntos jurídicos, será obrigatório ter as qualificações relevantes para falar sobre esses tópicos com autoridade.
  • Escolha um mercado-alvo — considerando a área em que você está se especializando, quem geralmente precisa de ajuda neste campo? Certos tipos de negócios precisam de apoio? Existe uma diferença de preço para as empresas que não podem pagar empresas de consultoria caras? Tente identificar um público que se beneficiaria dos seus serviços.
  • Crie uma rede de contatos — após consultar uma pesquisa de mercado, pense em como alcançar o público escolhido. As redes sociais, a publicidade e a divulgação de e-mails podem ser uma ótima maneira de começar. Ter uma rede existente de contatos, até mesmo antigos clientes, de sua experiência anterior no setor, pode ser de grande ajuda.
  • Cause uma impressão duradoura — trabalhando com consultoria, seu foco não é apenas entregar um ótimo trabalho, mas também criar sua marca pessoal e construir um nome para você. O Dropbox facilita sua vida, com um fluxo de trabalho contínuo, compartilhamento avançado e transferência de arquivos com identidade de marca. É uma excelente maneira para ajudar você a realizar um ótimo trabalho dentro do prazo e com seu próprio talento profissional.

Personal trainer

Uma ilustração de uma pessoa passando um bastão para outra

Você não sai da academia? Com um pouco mais de treinamento, você pode iniciar uma carreira ajudando outras pessoas como personal trainer.

Quem trabalha como personal trainer ajuda as pessoas a atingir seus objetivos de fitness. Por exemplo, perder peso, fortalecer músculos ou treinar para um evento futuro como uma maratona.

Se essa descrição serviu para animar você, pense nisto:

  • Adquira uma certificação — embora não seja uma exigência legal ter uma qualificação para ser personal trainer nos EUA, você terá dificuldade em encontrar clientes ou ser aprovado em academias sem um curso. Procure e conclua uma certificação apropriada.
  • Encontre um mentor — se estiver falando sério sobre seguir uma carreira como personal trainer, você também deve considerar a possibilidade de procurar um mentor ou uma mentora. Nesta categoria, é comum treinar com alguém experiente para entender melhor como funciona o negócio.
  • Pense em como os clientes vão achar você — caso consiga uma aprovação para trabalhar em uma academia local, é provável que queiram exibir suas informações nas instalações. Além disso, pense em criar uma página para sua empresa nas redes sociais, um anúncio de empresa local no Google e considere também a possibilidade de fazer alguma publicidade.
  • Facilite o monitoramento dos treinamentos por parte dos clientes — depois que estiver em operação, você precisará definir um cronograma de vagas de treinamento disponíveis e segui-lo à risca. Provavelmente você vai querer compilar anotações detalhadas sobre cada cliente, para poder ajudar na conquista dos objetivos traçados. Com o Dropbox Paper, você pode definir seu cronograma e criar textos para compartilhar com seus clientes. Você pode até mesmo criar um plano de nutrição para acompanhar os exercícios e compartilhá-lo com proteção por senha, permitindo aos alunos registrar confidencialmente como foi o desempenho deles em cada dia.

Desenvolvedor web, de software ou de aplicativos móveis

Um desenvolvedor freelance trabalhando com dois dispositivos

Se você tiver uma boa qualificação em programação, poderá oferecer seus serviços às empresas como pessoa autônoma na área de desenvolvimento web.

O modelo de negócios aqui será semelhante ao de outras categorias freelance que descrevemos anteriormente, como nas áreas de design gráfico e redação. A principal diferença é que você está prestando serviços de programação em uma linguagem de programação com a qual tem experiência.

Algumas dicas a considerar:

  • Lidere com sua experiência e seu conjunto de habilidades — embora você possa ter boa desenvoltura em todas as áreas, é melhor se dedicar àquela em que tem mais especialização. Uma empresa à procura de uma pessoa que desenvolva em React escolherá aquela que se anuncia como tal, em vez de seguir um anúncio mais genérico como "desenvolvedores experientes".
  • Coloque-se nos diretórios de trabalho freelance — como acontece com as outras categorias freelance, as pessoas que trabalham em desenvolvimento devem se colocar em diretórios freelance populares, como o Upwork e o Fiverr.
  • Organize-se — considere configurar um armazenamento em nuvem para manter todo o seu trabalho em um só lugar e facilitar o compartilhamento de arquivos quando precisar. É provável que você esteja trabalhando com a GitHub e outros diretórios fornecidos por seus clientes. Mas, para todo o resto, inclusive suas faturas e planejamento de projetos, você pode armazenar e compartilhar com segurança pelo armazenamento em nuvem.

Assistente virtual

Uma ilustração de uma assistente virtual trabalhando remotamente de sua casa

Muitas empresas e empreendedores precisam de ajuda para lidar com as chamadas recebidas e administrar suas agendas, mas não podem se dar ao luxo de contratar alguém em tempo integral.

Se você tem boa habilidade em organização e gerenciamento de projetos, uma empresa que presta serviços de assistente virtual pode ser ideal para você.

Um assistente virtual fornece tudo o que um assistente de escritório pode fornecer ao operar remotamente de sua casa. Isso pode incluir gerenciamento de arquivos, tarefas administrativas, organização de reuniões e atendimento de chamadas.

Se gostou da ideia, considere estas dicas:

  • Desenvolva suas habilidades — assegure-se de estar confiante com o agendamento de compromissos, preparativos de viagem, gerenciamento de calendários, envio de e-mails e posts nas redes sociais. Para ajudar a aumentar sua confiança, participe de um curso estruturado em cima destes conjuntos de habilidades.
  • Mostre suas habilidades — você pode criar um site com um portfólio de suas habilidades, depoimentos de clientes anteriores e detalhes sobre seus serviços
  • Equipe-se com as melhores ferramentas de gerenciamento e organização de projetos — com o Dropbox Paper e outras ferramentas de produtividade, você pode ajudar seus clientes a reinventar fluxos de trabalho e operar com mais eficiência

Organizadores de eventos

Uma ilustração de um organizador de eventos marcando datas em um calendário

Você faz as melhores festas? Quando seus amigos estão sofrendo, tentando desesperadamente planejar uma grande viagem, você geralmente toma as rédeas da situação?

Uma carreira no empreendedorismo solo na área de planejamento de eventos pode ser sua vocação.

Os planejadores de eventos são especializados em, bem, planejar eventos. Podem ser planejadores de casamentos, organizadores de festivais ou planejadores de festas, por exemplo. São pessoas com habilidades para gerenciamento de projetos que normalmente ganham seu dinheiro prestando serviços de planejamento a grupos que procuram sediar um evento.

Confira algumas dicas para quem está procurando entrar neste atraente setor:

  • Adquira uma qualificação — o planejamento e gerenciamento de eventos pode ser muito mais complexo do que parece superficialmente. Há muitos cursos de especialização disponíveis para que você sinta confiança em sua preparação.
  • Ganhe experiência — as pessoas vão querer saber que podem confiar em você para planejar e gerenciar seus eventos. Se você não tem experiência formal de carreira nesta categoria, considere prestar serviços de planejamento de eventos para amigos e familiares gratuitamente. Outra boa ideia é realizar alguns eventos em sua comunidade local para poder ter uma ideia real do trabalho envolvido.
  • Organize-se — com tantas peças em movimento, é fundamental estar um passo à frente no jogo. É por isso que as ferramentas de gerenciamento de projetos do Dropbox são perfeitas para qualquer planejador de eventos em ascensão.
  • Use sua criatividade e atraia clientes — o planejamento de eventos não se trata apenas de gerenciamento de projetos, mas também de ouvir as ideias dos clientes e procurar dar vida a elas respeitando determinado orçamento. Os quadros de humor e exemplos visuais podem ser uma ótima maneira de conquistar os clientes em suas primeiras conversas. O Dropbox Paper pode ser o lugar perfeito para inserir uma variedade de imagens, vídeos, GIFs e sons, bem como linhas de tempo detalhadas para suas propostas.

Artesão, designer de artesanato ou vendedor Etsy

Um ilustrador empreendedor solo trabalhando em sua última impressão

Você adora criar coisas? Se seu trabalho é bom o suficiente para vender, por que não fazer dele um negócio?

Seja qual for sua habilidade: joalheria artesanal, carpintaria, tricô, arte ou qualquer outra coisa, pode muito bem haver um público que queira comprar seus produtos. Uma das formas mais comuns que as pessoas que adotam o empreendedorismo solo comercializam seus produtos artesanais é pelo Etsy, um mercado on-line para artesãos independentes e designers venderem seus produtos.

Se quiser tentar transformar seu passatempo artesanal em dinheiro, considere estas dicas:

  • Escolha seu ofício — pense em seu conjunto de habilidades e no que as pessoas estarão dispostas a comprar. Se você é artista ou designer gráfico, pode querer vender estampas ou desenhar cartões de aniversário personalizáveis. Se trabalha com madeira, talvez prefira se especializar na criação de peças de mobiliário personalizadas. Dê uma olhada no que existe atualmente no Etsy para se inspirar ou identificar o que está faltando no mercado.
  • Configure seu perfil de vendedor — após definir seu mercado-alvo, monte seu negócio. A maneira mais fácil de fazer isso é criar uma conta de vendedor no Etsy, o que facilita a descoberta de seu negócio, o recebimento de pedidos de clientes e o processamento financeiro. É grátis montar uma loja, mas além disso você precisará pagar uma taxa de anúncio de US$ 0,20 por item que você vende, para anunciar no Etsy por quatro meses. Se preferir seguir a rota independente, você também poderá criar seu próprio site ou presença nas redes sociais e receber os pedidos dessa forma.
  • Cause uma boa impressão — considere contratar um fotógrafo profissional para capturar seus designs usando a melhor luz. Reserve um tempo para pensar no nome e na marca de sua loja, para garantir que você transmita a mensagem certa aos clientes potenciais.
  • Pense na execução — como você enviará seus itens aos clientes? Se estiver vendendo mesas, suas necessidades de envio serão muito diferentes daquelas de quem envia um cartão personalizado. Pense também para qual lugar no mundo você está disposto a enviar, e se as leis alfandegárias vão exigir taxas extras.
  • Mantenha bons registros financeiros — isso deixou de ser um passatempo, agora é um negócio, e manter a contabilidade em dia valerá a pena a longo prazo. Além de ajudar você a rastrear qualquer informação legal ou fiscal que possa precisar no futuro, os registros financeiros também permitirão que você analise o desempenho e otimize seu negócio para se concentrar nos produtos que geram o maior lucro. O Dropbox facilita o armazenamento e a organização de cópias digitais de seus registros financeiros, além disso, você pode fazer backup deles, para garantir ter sempre uma cópia de segurança.

Dropshipper

Uma empreendedora solo administrando seu negócio de dropshipping do conforto de sua casa

Continuando o tema das vendas on-line como empreendimento unipessoal, um novo tipo de vendedor surgiu nos últimos anos. Apresentamos o "dropshipper".

O que é dropshipping? Trata-se de uma nova abordagem de comércio eletrônico, na qual um vendedor processa pedidos de clientes sem ter diretamente esses produtos em estoque. Seria como organizar uma lista de produtos, que os clientes podem escolher para comprar na sua loja.

Quando um cliente conclui um pedido, sua loja envia automaticamente a solicitação do pedido para o fornecedor atacadista do produto. O fornecedor então prepara o pedido do seu cliente, enviando-o diretamente a ele.

Como um "dropshipper", você desempenha o papel de um ditador de tendências, e seu valor para os clientes está no fornecimento e na recomendação de produtos.

Se ficou confuso, confira alguns aspectos a considerar:

  • Escolha seu nicho — embora não seja crucial, escolher uma categoria específica para se especializar pode ser uma boa ideia. Por exemplo, se você tem um bom olho de design, pode se concentrar em peças de design de interiores e produtos de mobília. Ou, se é apaixonado por crianças, talvez queira se especializar em produtos para mamães e papais de primeira viagem e seus bebês.
  • Encontre seu fornecedor — sem contar você, o dropshipper, as outras principais partes no processo são o fabricante e o fornecedor. Você precisará encontrar um fornecedor de produtos, que trabalhará com o fabricante para produzir os produtos e manter um estoque dos mesmos para enviar para os seus clientes. Você pode encontrar fornecedores em bancos de dados de fornecedores, como Alibaba e AliExpress, ou em um diretório integrado de fornecedores, como DSers, no back-end de sua loja.
  • Crie sua loja de comércio eletrônico — você precisará de uma plataforma de comércio eletrônico para tratar de seus pedidos e apresentar os produtos aos seus clientes. Você pode criar seu próprio site ou trabalhar com uma plataforma de comércio eletrônico, como a Shopify. Reserve um tempo para trabalhar na aparência de sua loja deixando-a atraente, pois a primeira impressão é crucial na hora de uma venda.
  • Mantenha suas finanças organizadas — quando seu negócio de dropshipping estiver em funcionamento, você precisará manter suas finanças em ordem. O ideal é ter uma conta corrente de pessoa jurídica, na qual todas as receitas serão depositadas e de onde todas as despesas serão retiradas. Dessa forma, você terá uma única conta para revisar para fins de contabilidade. Você também precisará pensar no imposto sobre as vendas caso esteja em um local que cobra imposto sobre as vendas e o cliente também estiver fazendo pedidos do seu local. Com tantos registros financeiros, usar uma solução segura de armazenamento em nuvem e gerenciamento de registros como o Dropbox para manter tudo em segurança em um único lugar pode ser muito útil.
Um empreendedor solo o Dropbox para se manter organizado

Com o Dropbox, você não precisa ficar completamente só

Adotar o empreendedorismo solo pode ser uma forma fantástica de desfrutar da liberdade inerente à administração de seu próprio negócio, e o primeiro passo é decidir sobre uma ideia de negócio.

Depois de bater o martelo, é hora de contar com algum apoio. Não com funcionários, mas sim com o conjunto de ferramentas e recursos do Dropbox. Cada um vai ajudar você a passar menos tempo tentando manter tudo organizado, e mais tempo se dedicando a seus clientes.

O Dropbox foi projetado para tornar seu dia de trabalho o mais colaborativo possível. Quer você esteja trabalhando sozinho em um projeto ou queira convidar os clientes para um espaço para receber feedback sobre o trabalho que entregou, o Dropbox tem um recurso para ajudar.

O compartilhamento de arquivos seguro e simples e o armazenamento na nuvem são apenas o começo. É apenas uma questão de tempo até você começar a colaborar em tempo real entre enormes distâncias ou receber feedback e anotações ao vivo sobre seu mais recente projeto de vídeo. Você pode até mesmo configurar o backup em nuvem automático de todo o seu computador, no caso de o pior acontecer e você precisar restaurar seus arquivos mais tarde.

Descubra um espaço para todo o seu trabalho.

Experimente o Dropbox hoje