A disciplina digital alcança o sucesso criativo

Este ilustrador, pintor e mestre em eficiência conta que manter seus projetos criativos organizados em um ecossistema on-line viabiliza seu trabalho pessoal e de clientes.

Um artista pinta dentro de um estúdio de tijolos.

O artista multimídia radicado na cidade de Nova York, David Cooper, compartilhou suas pinceladas com as paredes de concreto do Brooklyn e de Miami. Ele ilustrou livros infantis (incluindo a série infantil mais vendida, Marcus, de Kevin Hart) e trabalhou como diretor de fotografia para revistas nacionais. Ele cuida de tudo, incluindo sua família, mantendo-se organizado e conectado aos clientes com o Dropbox. "Tenho que me manter superconcentrado e ser eficiente com meu tempo porque tenho essas pequenas janelas, esses pequenos espaços, nos quais consigo encaixar meu trabalho", conta Cooper. "O Dropbox me ajudou a criar este ecossistema para ser o mais eficiente possível".

 

Confira como Cooper gerencia e organiza seu trabalho criativo:

Pastas para tudo

Cooper conta com uma estrutura de pastas organizadas para categorizar seu trabalho por projeto e fase, um sistema que ele considera essencial para cuidar de vários clientes e disciplinas artísticas ao mesmo tempo. "Tenho pastas para esboços, trabalhos finais e arquivos em andamento, o que torna muito mais fácil entrar e encontrar o que eu preciso". 

Um artista usa o Dropbox em um tablet para organizar seus esboços.

Acesso em vários dispositivos 

O processo criativo de Cooper muitas vezes começa com esboços digitais, que ele carrega no Dropbox. Daí, ele sabe que pode continuar a trabalhar nos arquivos mais atualizados em seu laptop, no seu Cintiq (um tablet especial para ilustradores), ou mesmo no seu celular, sem se preocupar com histórico de versões. "É muito útil ter acesso a tudo, quando e onde quer que eu esteja. Adoro isso", conta ele. 

 

Entrega profissional

Cooper geralmente apresenta duas a três opções de esboços diferentes aos clientes. Depois de usar o Dropbox Transfer para enviar as versões para o cliente, ele pode arquivar uma versão não usada para outro projeto ou clonar o criativo aprovado e começar a próxima rodada de revisões. Assim que o cliente aprova um projeto, ele cria uma pasta para os arquivos finais e os envia mais uma vez com o Dropbox Transfer.

Um artista faz esboços em seu tablet.

Arquivos organizados

"Mantenho um registro de todos os meus esboços", conta Cooper. "Se um cliente acaba não escolhendo um, não significa que a ideia deva morrer ali. Há pequenas pedras preciosas nesses esboços, e eu sempre posso pegar uma ideia e reelaborá-la em algo completamente diferente".

 

Inspiração a postos

Quando Cooper está procurando inspiração, geralmente abre uma pasta com esboços no Dropbox para encontrar uma miniatura que gosta, abre-a em um tamanho legível em seu iPad Pro, e depois traça sobre ela digitalmente, depurando as linhas e a composição. "Continuo um trabalho de refinamento até ter um esboço que funcione. A partir daí, posso imprimi-lo, projetá-lo em uma tela e começar a desenhar". 

 

Tecnologia sem falhas

"É importante que eu tenha um sistema tão simples quanto o Dropbox porque não sou um técnico", afirma Cooper. "As questões técnicas foram eliminadas e assim eu posso me concentrar na área criativa, que é a parte divertida".

Um artista pinta com uma espátula no chão.